9 dicas para tornar o ensino a distância um sucesso

24 de abril de 2020

Postado por Microsoft Educação em Notícias Educação, Tecnologia da Educação

um menino com a mão levantada olhando para um notebook

O aprendizado remoto é cada vez mais possível com ajuda da tecnologia

Enquanto as escolas estão fechadas devido ao cenário atual do país e do mundo, educadores e diretores de escolas estão procurando opções de qualidade para fornecer instruções aos alunos. De repente, o e-learning não é mais apenas uma palavra da moda, e o ensino a distância está substituindo as salas de aula formais.

A seguir, listamos algumas recomendações para você obter sucesso no ensino remoto e oferecer suporte adequado para todos os seus alunos.

1. O conteúdo é rei

Primeiramente, é importante lembrar que a tecnologia, por melhor que seja, nunca substituirá o professor. Durante esses tempos difíceis, no entanto, a tecnologia está substituindo a sala de aula tradicional. Como educador, mesmo que você esteja trabalhando remotamente, precisa garantir uma excelente pedagogia e um ótimo conteúdo para habilitar o sucesso dos seus alunos. Encontrar o software e as ferramentas corretas para realizar esse trabalho é a sua principal tarefa agora.

2. A escola precisa de visão

Depois de encontrar a pedagogia e as ferramenta corretas, é hora de pensar em duas direções pelas quais você pode seguir: aprendizado ao vivo ou gravação de vídeos.

3. Aprendizado ao vivo

Caso queira ensinar ao vivo on-line, você pode usar a videoconferência. O Microsoft Teams e o Skype oferecem a oportunidade de configurar uma sessão ao vivo com seus alunos, permitindo interações, perguntas, compartilhamento de arquivos etc. Saiba como acessar, clicando aqui. Você  e seus alunos precisarão de microfone e webcam, para que todos possam se ver.  Você pode compartilhar sua tela, mas lembre-se de que cada assunto exige uma abordagem diferente. Um professor de literatura pode preferir compartilhar uma apresentação do PowerPoint, enquanto um professor de matemática pode preferir usar o Excel.

4. Aprendizado sob demanda

Vídeos instrutivos ou screen shares permitem que seus alunos aprendam sob demanda, no seu próprio ritmo. Criar vídeos de qualidade requer um script e geralmente demanda muito tempo de produção, mas pode valer a pena, principalmente para trabalhar individualmente com cada um deles . Por exemplo, você pode gravar uma apresentação de PowerPoint. Aprenda a fazer isso aqui clicando aqui. Você ainda pode adicionar legendas às suas apresentações e colocá-las na plataforma de aprendizado eletrônico de sua preferência.

5. Solução de problemas

Há coisas que você pode fazer para apoiar o sucesso de seus alunos, à medida que se familiarizam com o aprendizado remoto. Crie um pequeno manual de instruções e envie-o por e-mail antes de começar. Além de explicar como entrar em uma sala de aula virtual, estabeleça as regras básicas, como a necessidade de os alunos serem respeitosos no ambiente on-line. Não se surpreenda se a sua primeira aula de ensino remoto não for particularmente boa. Isso é bom! Apenas diga a seus alunos o que esperar.

6. O ensino a distância pode ser mais do que instrução

Lembre-se: você nem sempre precisa estar no centro das instruções. Os alunos podem aprender com os colegas, criando e realizando. Certifique-se de abordar diferentes formas de aprendizado quando necessário e combine essas práticas com as ferramentas certas. Ensinando sobre mudanças climáticas? Permita que seus alunos discutam no Flipgrid. É uma ótima maneira de capacitar a voz do aluno em um problema que deixa muitos se sentindo impotentes. Peça aos seus alunos que também coloquem suas ideias no OneNote e configure um documento compartilhado para cada grupo; assim, eles trabalharão juntos em uma tarefa. Outra ideia é pedir aos estudantes que entrevistem especialistas por meio de Teams e criem um material mais rico de informações. Seus alunos precisam escrever uma redação? Peça a eles que ofereçam feedback sobre o trabalho um do outro no Word Online, comentando ou usando a função bate-papo. Eles aprenderão melhorando a gramática dos colegas.

7. Não tente encontrar a perfeição a todo momento

Assim como na sala de aula, diferentes disciplinas, notas, alunos e escolas exigem diferentes abordagens de aprendizado. Não existe uma solução única ou perfeita para o ensino remoto. O que funciona para você pode não funcionar para o seu colega. Por meio de um planejamento e algumas tentativas e erros, você descobrirá o que dá certo para você e seus alunos.

8. Testes e feedback

Os testes são importantes para acompanhar o aprendizado dos alunos, porém não leve em consideração que eles sejam avaliados pela tecnologia que estão usando, até porque isso é novidade para todo mundo. Forneça feedback personalizado e tranquilize-os nesse momento.

9. Você não está sozinho

Muitos colegas na sua cidade, no seu país e até em outros continentes estão lidando com os mesmos problemas. Você não está sozinho! Acesse o Microsoft Educator Center, e além de obter recursos gratuitos criados por professores para professores, é um ótimo lugar para educadores se conectarem e trocarem experiências sobre o que estão em fazendo em suas salas de aula remotas.

Últimos posts