Pular para o conteúdo

Mês do Professor | Como empodero meus alunos por meio de ferramentas tecnológicas na sala de aula

22 de outubro de 2018

Postado por Microsoft Educação em Conteúdos Educacionais, Ferramentas Tecnológicas


*Por Patrícia Inaba, MIE e professora da Escola Bosque

Para o especial desse mês, dedicado aos professores, quero compartilhar com vocês uma experiência muito enriquecedora que tive com meus alunos do 5º ano, na Escola Bosque. Para o ano letivo de 2018, desenvolvi um projeto chamado: “Hoje você é o professor”, que tem o objetivo de estimular a autonomia, o protagonismo e a empatia entre meus alunos.

A ideia da atividade é que cada aluno escolha um tema para dar aula aos seus colegas e para mim. Eles ficam livres para definir o assunto e as ferramentas que vão utilizar na apresentação. Os temas geralmente são escolhidos de acordo com seu gosto pessoal, como slime, maxi crochê com as mãos, Kung Fu, receitas, viagens, dobradura, boneco de bexiga, futebol e por aí vai. Alerto também que para estarem preparados para aula, eles devem trazer com antecedência os materiais que vão utilizar. Assim que expliquei a proposta, eles ficaram empolgadíssimos e já começaram a imaginar como seriam as apresentações.

Gostaria de destacar duas aulas aqui. A primeira foi apresentada por um dos meus alunos que visitou algumas cidades do Peru, durante as férias de julho e automaticamente quando ele voltou, quis preparar sua aula sobre o país, que o deixou tão encantando com todas as coisas que viu por lá.  A ferramenta escolhida foi o Sway, que possibilita uma apresentação de forma mais interativa e que eles já amam trabalhar em sala de aula. Ele nos mostrou, por meio de fotos e vídeos, as comidas típicas, monumentos culturais, cultura local e artesanato. A classe toda, inclusive eu, aprendemos muito sobre lugar e ainda degustamos um milho peruano que ele trouxe para toda a sala.

Aluno durante sua apresentação sobre as belezas do Peru

Esse é o aluno Nuno Romão Santos durante sua apresentação sobre as belezas do Peru

 

A outra apresentação que fez sucesso entre os alunos foi a aula sobre Kung Fu. Dessa vez, a ferramenta utilizada foi o PowerPoint. Além de mencionar os principais golpes e o motivo de tanto amar esse esporte, ele contou também sobre a história da arte marcial, explicou sobre o respeito, autocontrole, determinação e concentração. Inclusive, estava com a vestimenta do esporte nesse dia e no final fizemos alguns dos exercícios que ele propôs e nos arriscamos até com algumas palavras.

As apresentações aconteceram durante um mês, com um aluno em cada dia, e no final da aula o aluno, que foi o professor, faz uma autoavaliação e diz o que gostou ou não durante sua atividade. A classe também pode fazer essa avaliação. Foi uma experiência muito enriquecedora para os alunos, pois eles puderam explorar mais os seus talentos, habilidades, treinar sua paciência e empatia. Os alunos perceberam que cada um aprende do seu jeito e que todos conseguem realizar algo quando têm determinação e curiosidade.

Por meio desses projetos, em que o aluno é colocado como protagonista, ele constrói o próprio conhecimento e assim obtém uma força extra para prosseguir em seus estudos de uma maneira que ele realmente goste de aprender, além de dar mais valor em tudo que se produz no seu cotidiano escolar e na sua vida.

Convido todos os professores a compartilharem também sua prática na Comunidade de Educadores da Microsoft e assim como eu, poder trocar experiências com profissionais do mundo todo e também ter acesso às ferramentas tecnológicas para que, cada vez mais, possamos enriquecer nossa sala de aula.

“Professor aprende para ensinar, ensina para viver e vive para educar”. Obrigada e até a próxima!

Últimos posts