Pular para o conteúdo

Colégio Paraíso se torna a primeira Microsoft Schowcase School da região Nordeste

10 de outubro de 2018

Postado por Microsoft Educação em Notícias Educação, Tecnologia da Educação


Pioneira no uso de tecnologia no ensino escolar, desde 1995 a instituição busca estratégias criativas e inovadoras para tornar a aprendizagem mais divertida

Em um mundo em constante transformação, principalmente na área da educação, é preciso que adaptemos urgentemente a essas mudanças a fim de prepararmos os estudantes para os desafios do século XXI. É com essa premissa que o Colégio Paraíso está ajudando a moldar o futuro de seus estudantes. Fundado em 1970, a instituição sempre buscou estratégias criativas e inovadoras para tornar o currículo e consequentemente a aprendizagem escolar significativa para os alunos.

“Em nosso Projeto Político Pedagógico destacamos, dentre diversas práticas pedagógicas, o desenvolvimento da inovação e o empreendedorismo educacional, que introduz nas salas de aulas, e em outros ambientes da escola, tecnologias e metodologias ativas. Juntas, elas inserem o estudante como sujeito participativo no processo de construção do conhecimento, enfatiza Raniere Candido, professor e diretor de Tecnologia e Inovação do Colégio.

O Colégio Paraíso é hoje uma escola de referência no estado do Ceará, contemplando desde o ensino infantil até o ensino médio, e está posicionada em uma área estratégica, a uma distância média de 600 km das principais capitais nordestinas mais próximas: Fortaleza, João Pessoa, Natal e Recife. Todas as classes, inclusive funcionários e o corpo docente, utilizam ferramentas tecnológicas em seu dia a dia. Raniere Candido destaca a tecnologia como aliada da instituição desde os primeiros passos da tecnologia em meados de 1990 do Colégio, “Entendemos, desde o nosso primeiro laboratório de informática, criado em 1995, que alinhar práticas pedagógicas à tecnologia era o melhor caminho a ser trilhado. Sendo assim, o uso de tecnologia como ferramenta para aprimorar nossos processos pedagógicos é uma realidade na escola”, afirma.

duas crianças fazendo atividades em um computador com o professor ajudando

Alunos do Colégio Paraíso trabalhando em colaboração para um projeto

 

Robótica e programação no currículo escolar

Há dois anos o Colégio percebeu a importância de inserir a robótica no currículo escolar como forma de trabalhar habilidades cruciais para o futuro de seus alunos. De forma interdisciplinar, eles uniram as matérias de português, matemática, redação e informática, as aulas de lógica de programação e pensamento computacional. Dessa maneira, os educandos são constantemente desafiados à resolução de problemas nas plataformas de programação adequadas a cada série.

Ainda como forma de incentivar seus estudantes a alcançarem mais, foi criado um “Espaço Maker”, atualmente único no estado do Ceará, que tem o objetivo de promover a exploração de conhecimentos, construção de projetos e o aprendizado colaborativo e coletivo. É uma forma do aluno aprender na prática os ensinamentos que foram construídos em sala de aula. “A infraestrutura do local é um verdadeiro laboratório tecnológico. Ele possui impressoras 3D, máquina de corte a laser, marcenaria e equipamentos de eletrônica. A conexão com a sala de aula é feita por meio de metodologias como o STEM, que estimula sobretudo a criatividade envolvendo várias áreas do conhecimento de forma interdisciplinar, ressalta Raniere Candido.

Um dos projetos que nasceu desse espaço foi o “Agente:bit”. Como pano de fundo para o Maio Amarelo, movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito, os alunos tiveram a ideia de criar um robô utilizando Micro:bit e materiais recicláveis para alertar os motoristas ao redor da escola sobre a importância de não parar na faixa de pedestre. Com o protótipo inicial, eles programaram o agente com um letreiro digital que exibe a mensagem: libere a faixa, quando alguém estaciona em local proibido. O projeto deu certo e, este ano, a Positivo convidou a escola para apresentar seu projeto na Bett Educar, no espaço workshop para educadores da Microsoft.

Agente:bit no estande da Microsoft durante a Bett Educar

Agente:bit durante a Bett Educar

 

Outro projeto de destaque no colégio foi a programação de um robô que estimula emocionalmente a recuperação de crianças internadas para tratamento do câncer. Utilizando uma API de reconhecimento facial da Microsoft, o robô “NAO” consegue reconhecer quais emoções a criança está aparentando naquele dia, como raiva, desprezo, medo e felicidade e interagir com o paciente com o objetivo de reduzir o desgaste emocional dessas crianças. Thais Freire, uma das estudantes que participou da construção do projeto, ficou impressionada com o resultado da ação, “Foi muito legal participar dessa experiência e ajudar de alguma maneira os pacientes. Até os médicos ficaram maravilhados”, explica a aluna.

 

Integração com as ferramentas do Office 365

O ensino e a aprendizagem no Colégio foram amplificados com a inserção das ferramentas do Office 365. Além de expandir possibilidades no currículo escolar e dar aos professores mais autonomia na criação dos projetos interdisciplinares, houve também melhorias significativas no quesito compartilhamento e aperfeiçoamento do trabalho colaborativo com os alunos, coordenadores, direção e a equipe de funcionários da escola. Além do Teams integrando todos na instituição, o Sway é um recurso muito utilizado pelos estudantes, que agora interagem de forma mais dinâmica com o material apresentado em sala de aula.

“Os recursos digitais do Office 365 amplificaram a forma pela qual o ensino é apresentado aos seus alunos no Colégio Paraíso. Nossos estudantes encontraram novas possibilidades de aprendizado por meio dessas ferramentas que trabalham o ensino de forma mais dinâmica”, explica Ramon Felizardo da Costa, professor de Informática do Colégio.

 

Formação continuada para professores

A capacitação para os professores é uma das prioridades da instituição, “Entendemos que a formação é um processo contínuo e que não se esgota na obtenção de um diploma”, afirma Raniere Candido. A escola realiza constantemente um trabalho de formação continuada que acontece por meio ciclos de aprendizagem que eles chamam de “Exploradores da Inovação”. A direção organiza os professores por área de conhecimento e utiliza a Gameficação para incentivá-los a participarem dos treinamentos.

Uma das plataformas que ajudou nesse trabalho constante foi a Comunidade de Educadores da Microsoft.  Por meio de cursos e práticas, todas gratuitas, os professores se mantêm atualizados sobre essas ferramentas e assim buscam a melhor a estratégia para proporcionar uma dinâmica de aprendizagem mais significativa.  “Atualmente temos mais de 60 professores MIEs que utilizam a plataforma para ampliar seus conhecimentos e habilidades”, ressalta o diretor de inovação.

Professores participando de uma das sessões de formação

Professores participando de uma das sessões de formação

 

Primeira escola-modelo da Microsoft no Nordeste

Comprometidas com a nossa missão de transformar a educação por meio da tecnologia e assim fazer com os alunos e as instituições atinjam seu potencial pleno, as Showcase Schools Microsoft realizam um trabalho que trazem mudanças expressivas para seus estudantes. Não só os alunos e professores ganham com isso, mas todo o time de funcionários e consequente a comunidade ao redor.

Antes de oferecer as ferramentas para os seus alunos, a escola teve o cuidado de preparar toda a equipe pedagógica e administrativa e depois apresentar todos os benefícios de incluir a tecnologia no dia a dia do colégio.

Além da inserção dessas ferramentas, o colégio também repensou seus espaços e investiu em equipamentos de ponta. Com os novos layouts ficou muito mais fácil incentivar a colaboração e a criatividade dos alunos. “Para nós se tornar uma Showcase School é algo que passa necessariamente pelo processo de compreensão da transformação digital no ambiente escolar. Refletir sobre isso é ter em mente a criação de uma nova cultura pedagógica de ensino-aprendizagem mediada pela tecnologia, e que impacte positivamente não só a vida dos estudantes, mas de toda a comunidade escolar e o meio em que ela está inserida”, finaliza Raniere Candido.

 

Se a sua escola está dando os primeiros passos em como melhorar o aprendizado por meio da tecnologia, você pode ingressar no programa Microsoft Schools e assim entender melhor como utilizar as tecnologias Microsoft em prol de sua instituição de ensino. Após passar por algumas etapas dentro do programa, sua escola pode se aplicar para ser reconhecida como uma Microsoft Showcase School e fazer parte da nossa rede global de escolas comprometidas com a transformação da educação. Acesse o site e conheça os programas da Microsoft para instituições de ensino.

Últimos posts