Pular para o conteúdo

STEM: Conheça os 8 planos de aula gratuitos para você aplicar a metodologia na sala de aula

13 de julho de 2018

Postado por Microsoft Educação em Conteúdos Educacionais, Ferramentas Tecnológicas


A prática de STEM, sigla para quatro áreas de conhecimento, que significam, em português, Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, tem se tornado protagonista nas dinâmicas escolares nos últimos tempos. Um dos motivos é a possibilidade de desenvolver o aluno para as habilidades do século XXI, que sempre abordamos por aqui. Com atividades mão na massa e de baixo custo, o STEM tem o objetivo de auxiliar os alunos a resolverem problemas do mundo real, como medir a qualidade da água para compreender o impacto humano ou até mesmo utilizar o pensamento computacional para entender terremotos. O processo basicamente funciona com um computador rodando o Excel e conectado a uma plaquinha Arduino.

Porém, ensinar engenharia e tecnologia nas escolas é desafiador, por isso a Microsoft, com o desejo de  democratizar o STEM nas instituições escolares, desenvolveu oito planos de aula com atividades que combinam eletrônica, programação e o Excel. O lançamento do conteúdo aconteceu durante a Bett Educar, no mês de maio deste ano, e contou com a presença da diretora de Parcerias de Workshops Acadêmicos Internacionais da Microsoft, Karon Weber. “Minha missão é ajudar na democratização do STEM para que milhares de estudantes do planeta possam alcançar mais”, afirmou Karon.

um grupo de pessoas que estão ao redor de uma mesa

Karon Weber explicando os conceitos de STEM durante a Bett Educar 2018

Nossa proposta é oferecer um passo a passo completo, com prazo de duração e valor aproximado dos materiais utilizados, para o professor que deseja implementar a metodologia STEM em sua sala de aula. Conheça abaixo cada um deles, para que você possa apoiar seus alunos nessa jornada:

1. Usando o teorema de Pitágoras para medir topografia: nesta atividade, os alunos usam caixas de papelão ou LEGO® para desenvolver instrumentos de medida e criar um plano de transporte em Excel para um parque nacional localizado em uma ilha. Em seguida, eles usam o teorema de Pitágoras para projetar sua estrada e dar vida a seu parque nacional, adicionando elementos topográficos em Paint 3D. Saiba como aplicar: https://www.microsoft.com/pt-br/education/education-workshop/measuring-tools.aspx

 

2. Medindo a qualidade da água para entender o impacto humano: os estudantes constroem sensores de condutividade elétrica, usando fios e canudos, para medir o impacto da atividade humana em ecossistemas de água doce. Primeiro eles estudam e avaliam a qualidade da água de uma bacia hidrográfica simulada e depois da própria comunidade. Saiba como aplicar: https://www.microsoft.com/pt-br/education/education-workshop/conductivity-sensor.aspx

 


3. Medindo velocidade para entender força e movimento
: utilizando objetos do cotidiano, a Microsoft hackeia o Hot Wheels Speedometry para ensinar os alunos sobre a relação da massa de um corpo, energia cinética e potencial. Saiba como aplicar: https://www.microsoft.com/pt-br/education/education-workshop/sensorized-track.aspx

 

4.Utilizando eletricidade para se comunicar: este plano de aula tem o objetivo de ensinar os alunos a construir um telégrafo com objetos do cotidiano para entender energia elétrica e seu papel nas comunicações. Eles usam uma pasta de trabalho customizada para enviar e receber informação em código Morse usando o telégrafo. Saiba como aplicar: https://www.microsoft.com/pt-br/education/education-workshop/telegraph.aspx

 

5. Construindo máquinas que reproduzem ações humanas: essa atividade ensina os alunos a construírem modelos robóticos de papelão e canudo para compreender a anatomia e biomecânica da mão humana. Então, eles conduzem testes e visualizam os dados em Excel com o intuito de gerar novas ideias para melhorar seu desempenho. Saiba como aplicar: https://www.microsoft.com/pt-br/education/education-workshop/robotic-hand.aspx

 

6. Usando pensamento computacional para entender terremotos: o objetivo é que os estudantes construam um sismógrafo para visualizar dados de terremotos e explorar técnicas modernas de engenharia utilizadas para aliviar os danos causados por terremotos. Eles iniciam uma atividade de grande volume de dados no Excel para entender as placas tectônicas. Saiba como aplicar: https://www.microsoft.com/pt-br/education/education-workshop/seismograph.aspx

 

7.Aumentando a potência por meio do projeto: imagine construir um moinho de vento e uma turbina eólica que medem a sua capacidade de levantar peso? Nesta atividade, os alunos se engajam em um desafio de projetar uma pá para alcançar a potência máxima. Os resultados são visualizados e analisados em Excel. Saiba como aplicar: https://www.microsoft.com/pt-br/education/education-workshop/windmill.aspx

 

8. Analisando a velocidade do vento com anemômetros: Os estudantes podem construir anemômetros de objetos cotidianos e utiliza-los para medir a velocidade do vento. A atividade consiste em adicionar um motor ao seu modelo para simular velocidades do vento ao redor do mundo usando uma pasta de trabalho Excel personalizada. Saiba como aplicar: https://www.microsoft.com/pt-br/education/education-workshop/anemometer.aspx

 

O Projeto Hacking STEM também oferece conteúdo extra com atividades rápidas e simples, como construir uma lanterna e uma máquina de ondas.

Professor, para entender mais sobre o assunto? Fique ligado nas nossas formações gratuitas que abordam diferentes temas, como o STEM. Elas acontecem todas as quintas-feiras, no MTC, em São Paulo.

Últimos posts