3 dicas para manter a sala de aula mais segura e livre de vulnerabilidades

08 de março de 2018

Postado por Microsoft Educação em Conteúdos Educacionais, Tecnologia da Educação


Investir em softwares originais é fator primordial para evitar riscos no ambiente escolar 

Não é novidade para ninguém que a tecnologia trouxe inúmeros benefícios para as pessoas, proporcionando desde soluções em inteligência artificial, até ferramentas para desenvolver o aluno de forma criativa. Por outro lado, cresce a necessidade de falarmos sobre segurança na internet e situações de vulnerabilidade em ambientes virtuais, que acontecem não só no uso pessoal, mas dentro da escola. 

Por isso, é de extrema importância tratar do assunto abertamente com os alunos e alertá-los dos perigos que eles podem correr ao acessar arquivos de fonte duvidosa. E mesmo sendo uma obrigação da escola em obter softwares originais, é dever do professor orientar e esclarecer as dúvidas sobre o assunto. Veja algumas dicas que preparamos para que esse problema seja facilmente evitado:

1. A importância dos softwares originais: O uso de softwares que não são originais, além de deixarem os dispositivos vulneráveis aos crimes cibernéticos, afetam diretamente na produtividade dos alunos. Em um estudo realizado pelo Telecommunications Research Group, para a Microsoft Corporation, no ano passado, o Brasil ficou na 13ª posição no que diz respeito à exposição a riscos digitais. É importante também reforçar que sua escola mantenha todos seus softwares (inclusive os navegadores de internet) atualizados e com a preferência de atualização automática ligada. Lembre- se de nunca desativar o firewall. Dica: Você sabia que toda e qualquer instituição de ensino, registrada no MEC, tem acesso ao Office 365 Education de forma gratuita para todos alunos? Veja se sua escola é elegível.

2. Compartilhamento: Lembre seus alunos de sempre, checar antes de abrir, o anexo quando alguém compartilha ou encaminha uma mensagem. Mesmo que ele conheça o remetente, preste atenção em qualquer link na mensagem.

3. Discussão sobre o tema: Organize uma roda de discussão com os seus alunos e esclareça as dúvidas sobre segurança virtual. A dinâmica será muito legal para criar um ambiente de confiança, além de evitar problemas futuros na utilização dos computadores e o bom uso da internet. No nosso blog você também encontra um glossário com os termos de cibersegurança mais frequentes, além de algumas dicas para lidar com cada um deles.

Últimos posts